Busca

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Coragem: Uma Virtude

Sempre que penso em coragem, vem na minha mente a virtude dos soldados.

Ser corajoso é assumir a si mesmo e perseguir de modo conseqüente aquilo que reconhecemos como certo para nós.

Quem é corajoso não muda de opinião em função de seus conflitos. E sim, luta por aquilo que lhe parece certo. Pessoas corajosas não se deixam derrubar facilmente porque estão firmemente enraizadas dentro de sua estabilidade.

 Não se esquivam diante dos conflitos, pois sua opinião tem peso. Pessoas que têm coragem brigam para esclarecer fatos, brigam a favor da vida. O corajoso é audaz. E audácia tem a ver com ser sábio.

 Ser sábio, não é simplesmente entrar na briga, mas lutar de coração aberto, pois a coragem não é guiada por princípios abstratos, e sim por um coração vivo e caloroso. Coragem suporta tudo, pois tem a ver com resistir. Com permanecer centrado como um pilar que a tudo resiste.

 Empenhemo-nos pela virtude da coragem, e está nos presenteará  com a força de que necessitamos para enfrentar a vida, pois a coragem nos estimula a enfrentarmos os conflitos e a crescermos a partir destes. 

 A vida só adquire sentido quando reconhecemos que temos a coragem de cumprirmos a nossa missão nesse mundo.

 Quando passamos a ser donos de nosso destino encontramos o rumo e as possibilidades vivas que borbulham diante de nossos pés. Sê corajoso.

Um comentário:

  1. Grande!
    Aristóteles ficaria satisfeito. Parabéns pela abordagem!

    ResponderExcluir